Torrent, Facebook, entretenimento e conexão via dispositivos móveis dominam o acesso à internet na América Latina. Esse e outros resultados foram divulgados no Global Internet Phenomena Report, um relatório sobre acesso à rede no segundo semestre de 2014 publicado pela empresa Sandivine.

Em acesso fixo via banda larga, os hábitos de acesso são bem parecidos com os de outras áreas: entretenimento consome 41,35% da nossa banda, com navegação pela web e compartilhamento de arquivos também em destaque. As tabelas mostram o consumo em download, upload e fazendo um placar agregado.

BitTorrent, YouTube, Facebook e Netflix aparecem como destaque. O tráfego médio é de 6,6 GB, um aumento de 40% em relação ao mesmo período do ano passado. Parece muito? Isso é apenas um quarto dos dados mensais utilizados na América do Norte, líder em consumo de acordo com o estudo.

Uso mobile

De acordo com o documento, redes móveis representam a forma mais popular de acesso à internet na região. Com picos de uso mensal de 390,3 MB por pessoa, o domínio aqui é incontestável das redes sociais. Elas consomem 31,2% do tráfego de download, enquanto o YouTube, sozinho, concentra outros 19% em download nos períodos de pico.

O Facebook lidera o ranking tanto de download quanto de upload, fechando a porcentagem agregada com impressionantes 25,45% de domínio. WhatsApp, YouTube e os serviços da Google na nuvem também apresentam alta popularidade e consumo.

Copa do Mundo

Outro dado curioso é o de streaming de jogos da Copa do Mundo: é notável o pico do compartilhamento de tráfego na América Latina durante as partidas, incluindo uma queda brusca durante alguns minutos — o intervalo entre os dois tempos.

Durante as primeiras partidas, até 10% do tráfego da região foi destinado à transmissão dos jogos. O número é impressionante, mas as estimativas eram de que até 40% da rede seria direcionada ao futebol.

Você pode acessar o relatório completo clicando aqui (é necessário fazer um cadastro para visualizar e baixar o documento).

Cupons de desconto TecMundo: