Um brasileiro montou um computador com uma estrutura um tanto quanto inusitada. O gabinete do ThinEco, como foi batizado, é feito totalmente de papelão e foi apresentado ao público durante o Tech.Ed 2010, um evento da Microsoft realizado em São Paulo.

A ideia veio do gaúcho André Ruschel, que fez diversos estudos para transformar um desktop comum em um produto ecologicamente correto. De acordo com a divulgação feita em seu blog, a proposta de fazer um PC com este material é conscientizar as pessoas sobre as possibilidades da reciclagem.

O ThinEco utiliza um processador AMD Athlon, memória RAM de 2 GB e um HD de notebook com 250 GB capaz de rodar até mesmo o Windows 7, além de possuir todos os componentes onboard  usuais a computadores comuns. Já o papelão necessitou de um cuidado especial. De acordo com o relatado por Ruschel, foi preciso utilizar um material espesso e de boa qualidade para assegurar o sucesso do projeto.

ThinEco

Divulgação/André Ruschel

Para tanto, foram precisos diversos testes para comprovar que a alteração de material era segura. Um exemplo foi o processo de estresse a que a máquina foi submetida e que demonstrou que os componentes não eram capazes de iniciar um pequeno incêndio no PC.

Cupons de desconto TecMundo: