A NVIDIA anunciou durante a GPU Technology Conference a duas próximas gerações de seus processadores gráficos. A primeira delas será o Kepler, batizado em homenagem ao astrônomo alemão Johannes Kepler. Os chips serão desenvolvidos em 28 nm e terão um desempenho de três a quatro vezes maior que os atuais chips Fermi.

No gráfico exibido  durante o evento, o Kepler registrou 5 gigaflops por Watt, contra 2 suportados pela atual geração de processadores. De acordo com o CEO da NVIDIA, Jen-Hsun Huang, o trabalho no Kepler envolveu centenas de engenheiros e custa alguns bilhões de dólares para a empresa.

A partir de 2013, o Kepler será substituído pelo Maxwell, cujo nome é uma referência ao matemático escocês James Clark Maxwell. O processador terá litografia de 22 nm e desempenho 16 vezes superior ao antecessor, com cerca de 15 gigaflops por Watt. O resultado é um processamento 40 vezes maior que o da atual geração de chips.

Fonte: PC Perspective

Ainda de acordo com Huang, os resultados exibidos pelos processadores não dependem apenas do desenvolvimentos dos chips, e contam também com a memória virtual e processamento autônomo das máquinas.

A NVDIA informou ainda que novas gerações dos chips móveis Tegra já estão a caminho. Os sistemas completos para dispositivos móveis deverão ganhar sua terceira versão no início do ano que vem, e contarão com atualizações anuais. A empresa não deu mais informações sobre os equipamentos.

Portanto, podemos esperar novas placas de vídeo com processadores da NVIDIA de 3 a 4 vezes mais rápido já em 2011!

Cupons de desconto TecMundo: