E que tal se a sua mobília de casa reconhecesse as necessidades de seu dono e, por conta própria, alterasse sua forma e finalidade? Embora a ideia pareça ter vindo de algum filme de ficção científica, esse é o projeto da École Polytechnique Fédérale de Lausanne, na Suíça.

O conceito não trata de um acessório em específico, mas sim de uma série de robôs modulares chamados Roombots. Eles lembram pequenos blocos de montar e têm a característica de ligar-se ou desligar -se  uns aos outros para gerar novas formas. Autônomos, eles percorrem o espaço e, de acordo com as necessidades do proprietário, mudam a orientação do conjunto.

Fonte: Roombots

Fonte: Roombots

Na prática, funcionam como mobílias inteligentes e altamente maleáveis. As formas não são estáticas: o que era uma mesa pode se tornar uma estante e o que ontem era um conjunto de cadeiras pode muito bem se unir e formar um sofá. Caso haja necessidade, os Roombots são capazes de efetuar reparos uns aos outros.

Trata-se apenas de um projeto e nenhum detalhe do procedimento de autonomia adotado pelos pequenos robôs foi revelado. Diante de mobílias tamanhamente inteligentes, não é de se espantar que, no futuro, a sua mobília se rebele contra seus donos e expulsem de casa quem coloca os pés sujos sobre a mesa.

Cupons de desconto TecMundo: