Estudantes iranianos protestam contra o presidente Mahmoud Ahmadinejad. (Fonte da imagem: Reprodução/TheNewYorkTimes)

Na época em que o Brasil viveu a Ditadura Militar, os oficiais que estavam no governo trabalharam duramente para controlar quais informações eram divulgadas para o público — e eles chegaram a recorrer a métodos bem violentos. Contudo, a situação era relativamente mais fácil do que a vivida pelo povo do Irã nos dias de hoje.

Neste país, a repressão é bastante forte, principalmente pelo fato de que a internet acaba facilitando muito o acesso a diversos tipos de conteúdo. Para mostrar como a censura iraniana consegue regular a disseminação de informação digital, o estúdio de design Hypeperakt, em parceria com o pessoal do Iran Media Program, produziu um infográfico.

E o que acontece por lá?

(Fonte da imagem: Reprodução/Hyperakt)

No material, você pode conferir que o governo iraniano criou diversos filtros para toda a informação que chega pela internet. Em primeiro lugar, a polícia e o exército examinam dados mundiais e de usuários do país e, depois disso, o conteúdo vai subindo as escalas do governo, podendo chegar ao líder da nação.

É lógico que nem tudo que é filtrado vai acabar na mesa de um ministro ou presidente, pois é o conteúdo do documento que mede o seu grau de importância. Na maioria das vezes, a própria polícia consegue barrar o que é considerado crítico. Caso você tenha interesse de conferir o infográfico na íntegra, clique aqui.

Cupons de desconto TecMundo: