Brasil é um dos países que mais consome pirataria no mundo

2 min de leitura
Imagem de: Brasil é um dos países que mais consome pirataria no mundo
Imagem: Unsplash
Avatar do autor

A empresa de cibersegurança Akamai publicou seu mais recente relatório sobre o consumo de pirataria, o “Piratas à vista”. Em colaboração com a companhia antipirataria MUSO, o estudo analisou as formas de consumo, como os usuários chegam até os conteúdos e o volume de pirataria em 15 países. O Brasil é o 5º país no ranking global de acessos a produtos piratas.

De janeiro a setembro de 2021, o Brasil atingiu o marco de 4,5 bilhões de streams e downloads não licenciados. Esses números são medidos por visitas a páginas da web que oferecem acesso a filmes e programas de televisão, através de um navegador ou um aplicativo móvel, além de downloads por torrent.

Segundo o relatório, 61,5% dos consumidores ao redor do mundo que visitaram esta categoria de site ou aplicativos, acessaram diretamente. Enquanto 28,6% dos que tiveram acesso a plataformas de pirataria, pesquisaram ativamente por elas.

O Brasil está em 5º lugar no ranking de países que mais consomem pirataria (Fonte: Akamai/Reprodução)O Brasil está em 5º lugar no ranking de países que mais consomem pirataria (Fonte: Akamai/Reprodução)Fonte:  Akamai 

Conforme a pesquisa, houve um aumento geral de 16% no consumo de produtos não legítimos nos últimos nove meses, demonstrando preocupação para as categorias mais afetadas. Em uma análise global, os setores mais pirateados foram: televisão (64 bilhões de visitas totais), editoração (30 bilhões), cinema (14,5 bilhões), música (10,8 bilhões) e software, incluindo jogos e softwares para PC (8,9 bilhões).

Segundo Helder Ferrão, gerente de marketing de Indústrias da Akamai na América Latina, o impacto da pirataria vai muito além de filmes e outros conteúdos roubados. “Por conta da perda monetária, os que mais sofrem com a pirataria são aqueles que trabalham para criar os vídeos, filmes, livros e softwares que todos nós consumimos e desfrutamos”, afirma. Ele ainda diz que o setor de pirataria está sempre evoluindo, visto que novas ferramentas de segurança são desenvolvidas e criam uma batalha constante.

Conteúdos mais populares

O relatório ainda apresenta as séries e filmes mais reproduzidos ilegalmente ao redor do mundo. No top 10 de séries estão presentes alguns nomes de peso do Disney+, como “Loki”, “WandaVision” e “Falcão e o Soldado Invernal”, além da quinta temporada de “Rick and Morty” e a décima temporada de “The Walking Dead”. Já no departamento de filmes, o top 3 é composto por “Godzilla vs. Kong” em primeiro, seguido por “Liga da Justiça: Zack Snyder's Cut” e “Viúva Negra”.

Confira o relatório completo no site da Akamai, acessando este link.

Fontes