LinkedIn vai ganhar salas de áudio e vídeo para eventos online

1 min de leitura
Imagem de: LinkedIn vai ganhar salas de áudio e vídeo para eventos online
Imagem: Pixabay
Avatar do autor

O LinkedIn terá, ainda neste mês de janeiro, uma nova plataforma de eventos online onde será possível hospedar e participar de conferências de áudio e vídeo. As salas de áudio ao estilo do app Clubhouse estreiam primeiro, conforme anunciou o gerente de produto da rede social Jake Poses na última semana.

A ferramenta, que vem sendo desenvolvida desde o ano passado, permitirá ingressar em conversas ao vivo, levantando a mão para se juntar aos palestrantes, contribuindo para direcionar a discussão. Também será possível saber quem mais entrou no evento, aumentando as chances de uma conexão em tempo real.

Segundo Poses, o novo recurso do LinkedIn tem como objetivo ajudar os usuários a fazer mais conexões e fortalecer a sua marca profissional. Para tanto, os participantes poderão seguir e enviar mensagens a outras pessoas que estiverem no evento, mantendo as conversas após o término da palestra.

As salas de áudio no LinkedIn terão funcionamento parecido ao do Clubhouse.As salas de áudio no LinkedIn terão funcionamento parecido ao do Clubhouse.Fonte:  LinkedIn/Divulgação 

A solução tem como alvo os criadores de conteúdos que poderão sediar eventos sobre os mais variados tipos de temas e tópicos, sendo oferecida gratuitamente, a princípio. Já a participação nas salas de áudio é aberta a qualquer pessoa cadastrada na plataforma, que conta atualmente com mais de 800 milhões de usuários em todo o mundo.

Versão em vídeo chega na sequência

As salas de áudio do LinkedIn estarão disponíveis em versão beta até o final de janeiro, trazendo uma nova experiência interativa. Conforme o executivo, “alguns milhares de criadores” vão poder utilizar o recurso neste primeiro momento, mas a promessa é de expansão para mais usuários nos próximos meses.

A ferramenta de vídeo também estará disponível em breve.A ferramenta de vídeo também estará disponível em breve.Fonte:  LinkedIn/Divulgação 

Já a capacidade de hospedar eventos em vídeo tem previsão de estar disponível até o final da primavera nos Estados Unidos. Dessa forma, a versão com imagens deve ser lançada até a segunda quinzena de junho, quando termina a estação por lá.