LinkedIn lança plataforma para trabalho de freelancers

1 min de leitura
Imagem de: LinkedIn lança plataforma para trabalho de freelancers
Imagem: Reprodução/Souvik Banerjee, Unsplash
Avatar do autor

O LinkedIn revelou o seu novo recurso "Service Marketplace" para facilitar o contato entre empresas e trabalhadores freelancers na rede social. A atualização permitirá a criação e busca de perfis de usuários que desejam se promover como disponíveis para trabalhos temporários e tornará a plataforma uma competidora direta do Upwork e do Fiverr.

Ainda existem limitações na iniciativa: não há uma opção dedicada para negociação de pagamentos, sendo que ela deve ser feita em uma conversa entre o prestador de serviço e a companhia. Além disso, um sistema de notas é oferecido, mas apenas o pagante poderá avaliar o profissional. Ademais, freelancers  não conseguem procurar os "bicos", então precisam ser descobertos para conseguir oportunidades.

Segundo o portal TechCrunch, a novidade foi identificada originalmente em fevereiro e passou por um período de testes nos Estados Unidos, alcançando cerca de 2 milhões de clientes. Após o período de avaliação, a iniciativa foi lançada globalmente nesta quarta-feira (27).

Exemplo de publicação para divulgar os "freelas"Exemplo de publicação para divulgar os "freelas"Fonte:  Reprodução/TechCrunch 

O "Service Marketplace" está disponível atualmente com 250 categorias de trabalho, que serão expandidas para 500 no futuro. "Estamos arranhando a superfície", afirmou Matt Faustman, gerente de produtos do LinkedIn.

Como aproveitar

Para criar uma página de "autônomo", vá ao perfil pessoal, encontre o botão "Prestar serviços" logo abaixo da biografia e configure o anúncio seguindo as instruções da rede social.

É possível informar até 10 competências É possível informar até 10 competências Fonte:  Reprodução/Tadeu Mattos 

Já os interessados em buscar profissionais precisam apenas digitar a função necessária na barra de pesquisa, que fica no canto superior da interface, e filtrar a busca com a tag "Serviços".

Interface mobile pela perspectiva da empresa que busca um especialistaInterface mobile pela perspectiva da empresa que busca um especialistaFonte:  Reprodução/TechCrunch 

Faustman explicou que o foco da atualização está nos contratantes e a ausência da busca de trabalhos aos freelancers é intencional. No entanto, um sistema para combinar pagamentos será avaliado pelos desenvolvedores no futuro.