Tidal lança streaming gratuito e nova monetização para artistas

1 min de leitura
Imagem de: Tidal lança streaming gratuito e nova monetização para artistas
Imagem: Tidal
Avatar do autor

A plataforma de streaming de músicas em alta definição Tidal anunciou na última quarta-feira (17) uma nova modalidade de assinatura: um até então inédito plano gratuito, que permite aos usuários interessados escutarem o catálogo completo do serviço sem custos.

O plano gratuito tem o mesmo acervo de 80 milhões de canções e playlists com curadoria especializada. A principal limitação é a quantidade limitada de interrupções, além da qualidade sonora: os formatos HiFi e com padrões mais imersivos são exclusivos dos planos pagos.

A ideia é que usuários conheçam a plataforma e, no futuro, considerem um dos planos pagos — que custam R$ 16,90 e R$ 33,80 mensais. Por enquanto, o plano gratuito do Tidal é exclusivo dos Estados Unidos, com planos para expansão para outros mercados "em breve". Entretanto, é possível também fazer um teste de 30 dias sem custos para conhecer os benefícios do da modalidade HiFi.

Monetização

O Tidal aproveitou a ocasião para apresentar também uma nova forma de pagamento aos artistas.

A primeira delas é uma espécie de "extra" mensal repassado aos músicos mais ouvidos pelos assinantes do HiFi Plus, que terão uma porcentagem da assinatura enviada diretamente aos artistas.

Você fica sabendo quem é o artista recompensado pelos seus hábitos de ouvir música.Você fica sabendo quem é o artista recompensado pelos seus hábitos de ouvir música.Fonte:  Tidal 

O Tidal ainda vai mudar o esquema de pagamento de royalties em 2022 em relação aos ouvintes do plano HiFi Plus, em um formato diferente ao aplicado pelas concorrentes do setor. Nessa categoria, os pagamentos serão baseados nas atividades da comunidade — ou seja, dando ao assinante uma responsabilidade ainda maior no crescimento e na monetização desses músicos.

Fontes