Brisanet promete 5G para 2023 e não descarta fazer aquisições

1 min de leitura
Imagem de: Brisanet promete 5G para 2023 e não descarta fazer aquisições
Imagem: Brisanet
Avatar do autor

A operadora brasileira Brisanet, que foi uma das principais companhias envolvidas no recente leilão de frequências do 5G no Brasil, detalhou como será o calendário de investimentos e disponibilização de serviços para os próximos dois anos.

A promessa é de que a operadora comece a ativar o sinal do 5G no segundo semestre de 2023. As informações são do CEO da Brisanet, José Roberto Nogueira, que apresentou os resultados financeiros do último trimestre em uma conferência para investidores e demais interessados.

Já o ano que vem será dedicado para levar o sinal do 4G na frequência de 2,3 GHZ para localidades que ainda não possuem acesso à quarta geração de conectividade móvel, com atenção especial para áreas rurais.

Esse é um dos pré-requisitos de quem adquiriu lotes no leilão do 5G, como foi o caso da Brisanet com a região Nordeste. Após essa fase, as operadoras também precisam preparar a chegada do 5G nessas mesmas regiões.

Aquisições?

Segundo o site Mobile Time, Nogueira também não descartou aquisições de provedoras menores ou o estabelecimento de parcerias franqueadas. Esse não é o plano da operadora, mas a expansão e o crescimento das responsabilizações pode levar a essa mudança de estratégia.

Além do lote de 2,3 GHz, a Brisanet também pagou R$ 1,2 bilhão pelo bloco da faixa de 3,5 GHz para o Nordeste e mais R$ 105 milhões pelo lote Centro-Oeste.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.