Pesquisa revela apps mais usados nas favelas brasileiras; confira

2 min de leitura
Imagem de: Pesquisa revela apps mais usados nas favelas brasileiras; confira
Imagem: Outdoor Social
Avatar do autor

O instituto de pesquisa Outdoor Social Inteligência realizou um estudo para descobrir o comportamento de consumo dos moradores de favelas no Brasil. O "Favela Conectada" é o primeiro relatório feito levando em conta apenas o setor e tinha como objetivo detectar as preferências desses consumidores.

No geral, o estudo mostrou que o consumo nos locais consultados é muito similar ao de outras regiões da cidade, o que significa que a conectividade também evoluiu. Entre os aplicativos mais populares, as redes sociais são usadas por 47% dos entrevistados, principalmente entre jovens de 18 a 34 anos, enquanto 62% das consomem notícias online.

Porém, o líder absoluto é mesmo o WhatsApp, presente em 98% dos aparelhos — contra 85% do Facebook e 72% do Instagram. Entre plataformas mais recentes, destacam-se o TikTok (26%) e o Kwai (20%).

O WhatsApp é o favorito de 98% da população pesquisada.O WhatsApp é o favorito de 98% da população pesquisada.Fonte:  Shutterstock 

Por outro lado, o celular está deixando de ser usado para ligações — 46% dos entrevistados com Ensino Superior completo já preferem fazer chamadas usando aplicativos via internet. Além disso, 28% dos entrevistados afirmou que usa o celular para obter renda parcial ou totalmente, especialmente na categoria de vendas.

A estrutura, entretanto, ainda deve ser melhorada: 62% dos entrevistados possuem internet em casa, sendo que pouco mais de um terço contratam serviços de operadoras locais com um sinal mais estável nas favelas.

Streaming e games

Em termos de lazer, a Netflix domina a preferência do público consultado, presente em 75% das respostas. Ela é seguida por YouTube Premium (33%), Amazon Prime Video (27%), Globoplay (23%) e Disney+ (7%). Em menores colocações estão Paramount+ (2%), HBO Max (1%) e Apple TV (1%), sendo que o gasto médio mensal com streaming é de R$ 51.

Só que os canais de televisão ainda são populares: metade do grupo consome notícias pela TV e 57% assiste a novelas e telejornais — uma porcentagem maior do que os fãs de séries.

Os entrevistados também utilizam os streamings de música, com Spotify, YouTube Music, Deezer e Apple Music citados, nesta ordem. Porém, 77% dos consultados usam a versão gratuita. Entre os jogos preferidos, Free Fire e Fortnite dominam o segmento, mas Crossfire (24%) e Subway Surfers (6%) também foram citados.

Sobre a pesquisa

O Favela Conectada entrevistou 435 pessoas das seguintes localidades e regiões do Brasil:

  • Belém (PA): Baixada Nova Jurunas, Condor;
  • Manaus (AM): Cidade de Deus;
  • Fortaleza (CE): Pirambú;
  • São Luís (MA): Coroadinho;
  • Recife (PE): Casa Amarela;
  • Salvador (BA): Complexo de Amarelinha;
  • Brasília (DF): Sol Nascente;
  • Belo Horizonte (MG): Aglomerado da Serra;
  • Rio de Janeiro (RJ): Rocinha, Rio das Pedras;
  • São Paulo (SP): Heliópolis, Paraisópolis;
  • Curitiba (PR): São Domingos Agrícola;
  • Porto Alegre (RS): Cruzeiro do Sul.
News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.