YouTube Music perderá função de vídeo na versão grátis

1 min de leitura
Imagem de: YouTube Music perderá função de vídeo na versão grátis
Imagem: YouTube/Divulgação
Avatar do autor

O YouTube Music é uma ótima opção de streaming com vários benefícios mesmo para quem não paga pelo serviço. Entretanto, a plataforma deve realizar uma grande mudança que desapontará os usuários gratuitos, principalmente quem curte acompanhar os clipes musicais enquanto ouve musicas.

Hoje, usando a conta grátis, as pessoas podem ouvir o áudio e assistir ao clipe de uma faixa. No entanto, esse recurso se tornará exclusivo para assinantes do YouTube Premium a partir de 3 de novembro no Canadá.

Além de um catálogo amplo, o YouTube Music oferece playlists personalizadas.Além de um catálogo amplo, o YouTube Music oferece playlists personalizadas.Fonte:  YouTube/Divulgação 

Os usuários do YouTube Music grátis ainda poderão assistir aos vídeos das músicas, mas terão que mudar para o aplicativo “padrão” do YouTube. Contudo, algumas pessoas podem considerar inconveniente ter que ficar alternando entre os apps.

Apesar de perder o recurso de clipes, os usuários de contas gratuitas ainda poderão ouvir as faixas em segundo plano, explorar todo o catálogo da plataforma e reproduzir playlists. Lembrando que haverá sempre anúncios no intervalo entre as execuções.

No Brasil, a assinatura do YouTube Premium tem valores mensais a partir de R$ 20,90. O plano inclui vários benefícios para o YouTube Music, como pulos ilimitados de músicas, modo off-line e ouvir os conteúdos sem propagandas.

Mudança em regiões específicas

Conforme noticiado pelo The Next Web, a mudança está relacionada aos planos de expansão global do YouTube. Contudo, essas alterações não devem acontecer em “mercados sensíveis a preços” como a Índia.

Até o momento, o Google não revelou quando e quais outras regiões perderão o suporte aos vídeos no YouTube Music grátis. Porém, a expectativa é que isso ocorra nos próximos meses.

Vale citar que a plataforma estuda lançar uma nova categoria de assinatura, o Premium Lite. A princípio, a modalidade apenas oferece reprodução de vídeos sem propagandas, mas não deve se estender ao streaming de música.