Rewind: YouTube encerra retrospectiva anual após 10 edições

1 min de leitura
Imagem de: Rewind: YouTube encerra retrospectiva anual após 10 edições
Imagem: YouTube
Avatar do autor

O YouTube confirmou oficialmente que não vai mais produzir os vídeos de retrospectiva de final de ano da plataforma. Chamados de “Rewind”, eles começaram em 2010 como uma espécie de ranking dos clipes e criadores de conteúdo mais populares dos últimos meses.

Entretanto, a empresa foi criticada em algumas das edições mais recentes por uma série de motivos, desde ignorar certos convidados nos “Rewind” até produções mais complexas (e aparentemente caras) que apenas apresentavam youtubers rapidamente.

O vídeo de 2018 foi um dos mais descurtidos da história do serviço, o que fez a empresa mudar a fórmula no ano seguinte. Já em 2020, o vídeo foi cancelado pelas restrições da covid-19 e pelo clima pesado da pandemia.

O que será feito no lugar?

Segundo o YouTube, o fim do “Rewind” não tem a ver com as reclamações, mas sim com as atuais dimensões da empresa, que ficou tão grande que já não é mais possível resumir em menos de 10 minutos os destaques anuais ao redor do mundo.

Entretanto, a companhia diz que continuará de olho nas retrospectivas realizadas pelos próprios youtubers e criar uma “nova experiência interativa de final de ano”, sem detalhar o que será feito.

“Continua sendo inspirador ver a quantidade de caminhos que os criadores de conteúdo mais criativos do mundo — os nossos youtubers — tomam no fim do ano em suas retrospectivas em vídeo, na medida em que o YouTube aposenta o seu próprio vídeo de Rewind”, confirma um porta-voz da empresa ao site Tubefilter.