Chico Buarque ganha ação contra empresa que usou meme em campanha

1 min de leitura
Imagem de: Chico Buarque ganha ação contra empresa que usou meme em campanha
Imagem: Pexels
Avatar do autor

O 6° Juizado Especial Cível do Rio de Janeiro decidiu que Chico Buarque deve ser indenizado em R$ 25 mil pela Valor Tecnologia, após a empresa usar a capa de seu primeiro álbum, que virou meme na internet, em uma campanha publicitária.

A empresa de tecnologia, que desenvolve aplicativos para clínicas e consultórios, publicou o meme em março deste ano. A publicação foi apagada das redes sociais da empresa assim que o cantor entrou com a ação na Justiça.

(Fonte: Chico Buarque/G1/Reprodução)(Fonte: Chico Buarque/G1/Reprodução)Fonte:  G1 

No início de setembro deste ano, o cantor entrou na Justiça contra Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, do partido PSDB por uso indevido da imagem em um vídeo. Segundo a defesa do artista, o político não possuía autorização para usar o nome e imagens de Chico no vídeo publicado em suas redes sociais.

Uso de imagem e NFT's

No exterior, os direitos autorais sobre memes estão em alta na internet atualmente por outro motivo: as criptomoedas. Muitas pessoas que tiveram fotos transformadas em memes estão agora tentando reverter a situação transformando-as em non-fungible token (NFT) e realizando leilões. Na maior parte das vezes, a decisão vem do “protagonista” do meme e sua família.

Algumas das transições que já foram realizadas incluem o meme “Disaster Girl”, em que uma garotinha sorri em frente a uma casa em chamas, vendido por US$ 480 mil, e o meme da “Overly Attatched Girlfriend”, também conhecido como "namorada ciumenta", que faturou US$ 411 mil.

Fontes