Wi-Fi Brasil: rede grátis exibe propagandas do governo para acesso

1 min de leitura
Imagem de: Wi-Fi Brasil: rede grátis exibe propagandas do governo para acesso
Imagem: Ministério das Comunicações/Divulgação
Avatar do autor

Estudantes que utilizam a internet banda larga gratuita do programa Wi-Fi Brasil na zona rural de Santa Filomena, no Piauí, são obrigados a assistir a anúncios publicitários do governo Jair Bolsonaro todas as vezes que se conectam à rede pública. A informação foi divulgada pelo jornal O Estado de S.Paulo nesta segunda-feira (27).

De acordo com a publicação, o uso da internet gratuita do projeto Conecta Brasil, do Ministério das Comunicações, é condicionado à visualização de um vídeo de 30 segundos com propagandas do governo federal. Se o usuário se conectar à internet cinco vezes por dia, por exemplo, ele precisará assistir à publicidade nas cinco ocasiões.

Além dos alunos, a exigência vale para professores e quem mais quiser utilizar a conexão gratuita na localidade. Os usuários também disseram que são desconectados e obrigados a ver o vídeo novamente para voltar a ficar online se houver demora ao abrir a internet.

Os alunos precisam assistir ao vídeo antes acessar a web.Os alunos precisam assistir ao vídeo antes acessar a web.Fonte:  Ministério das Comunicações/Divulgação 

Somente o WhatsApp pode ser aberto sem visualizar as peças publicitárias, que incluem temas como programas sociais, 13º salário e a disponibilidade do sinal de internet nas escolas, segundo a reportagem. Para qualquer outro uso, incluindo pesquisas no Google, a conexão só é liberada após o vídeo terminar.

Órgão explica a exigência

Em contato com o Estadão, o Ministério das Comunicações informou que a exibição de vídeos institucionais está prevista no projeto de implantação dos pontos de acesso gratuito à internet em localidades públicas, dentro do Wi-Fi Brasil. Para a pasta, a veiculação permite divulgar importantes mensagens de utilidade pública.

Nas escolas da região Norte, o acesso à internet pública também só ocorre depois que a propaganda do governo federal é exibida por completo, conforme explicou o órgão. A região receberá cerca de R$ 1,8 bilhão em investimentos até 2025 para a implantação do Norte Conectado, uma das etapas do Conecta Brasil.

Desenvolvido em parceria com a Telebras, o programa tem o objetivo de levar conexão de alta velocidade a todas as localidades do país. Ele é direcionado prioritariamente às comunidades em estado de vulnerabilidade social e se divide em duas modalidades — "GESAC - Ponto de Internet" e "Livre".