Google cria plataforma de newsletters baseada no Drive

1 min de leitura
Imagem de: Google cria plataforma de newsletters baseada no Drive
Imagem: Divulgação/Museletter
Avatar do autor

O departamento de pesquisa e desenvolvimento do Google (P&D), Area 120, revelou alguns detalhes sobre sua nova plataforma Museletters, que oferece a criação de perfis públicos onde arquivos do Drive podem ser postados como boletins informativos (newsletters). O serviço também permite que trabalhos sejam enviados em listas de e-mail e disponibiliza opções de monetização de conteúdo, para o criador estipular planos de mensalidades.

Em uma nota ao site TechCrunch, um representante da Area 120 afirmou que a iniciativa é "uma das muitas experimentações do departamento P&D" e que o projeto ainda está nas fases iniciais. Não obstante, o site oficial exibe que a novidade estará disponível "nos próximos meses" – já é possível requisitar o acesso antecipado.

Para ilustrar a ideia, exemplos de autores foram descritos: "Jenna é uma especialista de marketing. Ela cria e compartilha Google Slides que explicam técnicas desta área. Para monetização, Jenna oferece planos de assinaturas para os seus conteúdos", citou o projeto. "Jojo é uma viajante do mundo. Após jornadas, ela coloca fotos com narrações em um Google Doc e publica o documento, como blog, em sua lista de e-mails", explicou.

Ilustração de como a interface exibirá diferentes contasIlustração de como a interface exibirá diferentes contasFonte:  Divulgação/Museletter 

A Museletter será gratuita, mas a Area 120 está planejando recursos pagos, como domínios customizados. A página também informa que usuários poderão incorporar listas de e-mails de outros serviços. O Google promete ferramentas para engajamento com a comunidade e dados para o acompanhamento da performance.

Depois de lançado, o programa pode se tornar um competidor direto do Bulletins, que foi lançado pelo Facebook no final de agosto. Após ter comprado o Revue em janeiro, o Twitter também entra na disputa e começou a testar assinaturas de newsletters diretamente pelas contas de autores na rede social em agosto.