Erro no Google Search exibia homem comum no lugar de assassino

1 min de leitura
Imagem de: Erro no Google Search exibia homem comum no lugar de assassino
Avatar do autor

O engenheiro de software sueco Hristo Georgiev, de Zurique, percebeu através de um e-mail de um colega que suas imagens na pesquisa do Google estavam associadas a um serial killer búlgaro conhecido como "O Sádico". Aparentemente, houve um erro no algoritmo Knowledge Graph, a base do sistema de pesquisas da marca, que linkou as fotos da vítima ao artigo da Wikipédia do assassino.

O Google já consertou o equivoco após Hristo Georgiev ter entrado em contato com a comunidade online Hacker News, que divulgou sua história. A imagem abaixo mostra como o erro relacionava fotos do engenheiro com o criminoso.

E-mail que Hristo recebeu relatando o erro.E-mail que Hristo recebeu relatando o erro.Fonte:  Reprodução/ Hristo Georgiev 

"Depois de ler o artigo da Wikipédia, fica claro que eu não sou um serial killer. Mas o fato de que um algoritmo usado por bilhões de pessoas consegue manipular a informação nessa forma é realmente assustador", comentou Hristo Georgiev.

A versão assassina de Hristo Georgiev foi responsável pela morte de cinco pessoas entre 1974 e 1980. O serial killer foi executado em agosto de 1980.

Usuários do Hacker News alegaram que esta não é a primeira vez que o Knowledge Graph comete um erro assim. Georgiev afirmou que poderia entrar com uma ação civil por danos morais contra o Google, mas não vive nos Estados Unidos e não conhece advogados com a competência para isso, então pretende deixar o caso de lado.

Erro no Google Search exibia homem comum no lugar de assassino