Dailymotion chega ao Brasil para concorrer com YouTube e Facebook

1 min de leitura
Imagem de: Dailymotion chega ao Brasil para concorrer com YouTube e Facebook
Imagem: Dailymotion/Reprodução
Avatar do autor

A plataforma de vídeos Dailymotion está sendo lançada oficialmente no Brasil, oferecendo suporte no país e se tornando o serviço de streaming oficial de 20 empresas nacionais, como a TV Cultura, a Rádio 89 e publicações como Caras, Exame, Estado de Minas e O Dia, entre outras.

Concorrente do YouTube, o Dailymotion conta com mais de 300 milhões de usuários ativos, que assistem a 3,5 bilhões vídeos por mês no player, em média. E para aumentar esses números, a empresa, que pertence ao grupo francês Vivendi, vê o mercado nacional como essencial para crescer na América Latina.

Em entrevista ao Mobile Time nessa segunda-feira (15), o head da plataforma para a América Latina David Rios revelou que a companhia focará em quatro pilares para este primeiro momento após a estreia no Brasil: entretenimento, música, notícias e esporte.

A plataforma tem versão web e app para Android e iOS.A plataforma tem versão web e app para Android e iOS.Fonte:  Dailymotion/Reprodução 

Segundo Rios, o serviço, que usa um algoritmo para detectar vídeos com conteúdos sensíveis, além de contar com uma equipe humana dedicada à revisão das publicações, teve um aumento de audiência de 400% na parte espanhola da América Latina, nos últimos dois anos, e de 25% no Brasil apenas em 2020.

Diferenciais

Enfrentando rivais de peso como o YouTube e o Facebook, já consolidados no país, o Dailymotion quer oferecer alguns diferenciais aos produtores de conteúdo para se destacar, como suporte por e-mail 24 horas por dia, sete dias por semana, e assessoria para a implementação do player na página do contratante. Suporte via WhatsApp, com a disponibilidade de um profissional de TI, também será oferecido inicialmente.

A empresa francesa afirmou ainda que não possui um “excesso de regras” em relação à monetização de vídeos como acontece com as concorrentes, principalmente a plataforma de vídeos da Google, dizendo ser mais flexível.

Por enquanto, o escritório do Dailymotion no Brasil ainda não será aberto. A plataforma quer esperar o fim da pandemia para inaugurá-lo.

Dailymotion chega ao Brasil para concorrer com YouTube e Facebook