Dark web: megaoperação policial prende 179 criminosos em 6 países

1 min de leitura
Imagem de: Dark web: megaoperação policial prende 179 criminosos em 6 países
Imagem: Getty Images
Avatar do autor

Divulgada na manhã desta terça-feira (22), a Operação Disruptor está sendo considerada uma das maiores apreensões em empresas da dark web de que se tem notícia até hoje. Segundo a revista Forbes, foram efetuadas 179 prisões em seis países, 500 quilos de drogas apreendidas, além de US$ 6,5 milhões em dinheiro e criptomoedas.

Entre as drogas apreendidas, foram encontrados opioides como fentanil e oxicodona, além de heroína, cocaína, ecstasy e MDMA. Foram igualmente confiscadas 64 armas de fogo. O nome da operação vem da junção das palavras Disrup (quebrar) + Tor, nome do software de comunicação anônima que hospeda grande parte da chamada dark web.

A maior parte das detenções (121) ocorreram nos Estados Unidos, enquanto 42 foram na Alemanha, oito na Holanda, quatro no Reino Unido, três na Áustria e uma na Suécia. Embora não esteja claro o impacto da operação no mercado de drogas dessa internet obscura em longo prazo, a Europol já declarou que a “era de ouro do mercado da dark web acabou”.

Fonte: Drug Enforcement Administration/ReproduçãoFonte: Drug Enforcement Administration/ReproduçãoFonte:  Drug Enforcement Administration 

A polícia da União Europeia afirmou à Forbes que não poderia comentar sobre a forma utilizada pelos investigadores para identificar pessoas que se julgavam anônimas pela proteção do Tor. Mas o órgão já adiantou que várias investigações continuam em andamento visando os usuários de várias contas com endereços "sombrios".

O que todas essas prisões têm em comum é que as investigações derivam da derrubada do chamado Wall Street Market pela polícia alemã em maio de 2019. Após recuperar o servidor back-end desse importante bazar subterrâneo, a Europol teve em mãos um tesouro inestimável de informações e evidências.

“Com o aumento nas mortes por overdose relacionadas a opioides durante a pandemia de covid-19, reconhecemos que o anúncio de hoje é importante e oportuno. O FBI quer garantir ao público americano, e ao mundo, que estamos comprometidos em identificar traficantes de drogas da dark web e levá-los à justiça”, afirmou o diretor do FBI, Christopher Wray.

Dark web: megaoperação policial prende 179 criminosos em 6 países