NASA aumenta a velocidade da internet na ISS para 600 Mbps

1 min de leitura
Imagem de: NASA aumenta a velocidade da internet na ISS para 600 Mbps
Avatar do autor

A NASA aumentou a lista de benefícios oferecidos a quem se candidata a trabalhar na Estação Espacial Internacional (ISS): a internet, que já devia ser rápida, agora suporta uma conexão de 600 megabits por segundo (Mbps).

Maior velocidade na transmissão de informações é necessária por conta da quantidade de dados gerada pelo laboratório espacial, e abre caminho para que o mesmo seja feito futuramente em outras estruturas no espaço, como o Gateway, uma pequena nave espacial a ser lançada na órbita da Lua e que funcionará como posto avançado para a exploração de Marte.

A estação espacial se comunica com a Terra através de sinais de radiofrequência usando um sistema de rastreamento via satélites de retransmissão de dados (TDRS), além de antenas em estações terrestres (a Rede Espacial). Os TDRS são lançados em órbita alta e posicionados em pontos estratégicos para que possam transmitir dados para o solo de qualquer lugar em volta da Terra.

A Wallops Flight Facility, localizada na Virgínia (EUA), foi um dos conjuntos de antenas a ganhar velocidade em seu sistema de transmissão de dados (Fonte: NASA/Divulgação)

Linhas fixas, em seguida, enviam o sinal de rádio para centros da NASA, e seus sistemas de computador o transformam  em dados legíveis. Em resposta, o processo se repete na outra direção.

Velocidade vai ser padrão

Segundo a engenheira responsável pela atualização da Rede Espacial, Risha George, "ondas de radiofrequência avançadas podem ser usadas para aumentar as taxas de dados e melhorar o desempenho de serviços de comunicação, e poderão ser empregadas em futuras missões, como a Gateway.”

Os técnicos atualizaram o modem da estação espacial, melhoraram os processadores de dados nos centros de pesquisa da NASA e aprimoraram roteadores, interfaces e outros equipamentos e softwares nas estações terrestres. Os circuitos e a largura de banda das linhas de dados terrestres também foram atualizados – e tudo foi testado enquanto o sistema dava suporte às mais de 40 missões em andamento.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
NASA aumenta a velocidade da internet na ISS para 600 Mbps