Trump admite ter recebido ajuda da Rússia nas Eleições de 2016

1 min de leitura
Imagem de: Trump admite ter recebido ajuda da Rússia nas Eleições de 2016
Avatar do autor

Desde que Donald Trump foi eleito, em 2016, chovem suspeitas sobre a ação de hackers russos no pleito norte-americanoa CIA e o FBI acreditam que houve uma ofensiva digital contra Hillary Clinton, afim de aumentar as chances de vitória do atual presidente estadunidense. Ele sempre afirmou que venceu de forma justa e nunca reconheceu qualquer ajuda ciberpirata. Bem, isso até a manhã de hoje (30).

Trump simplesmente admitiu que teve uma ajudinha dos russos via Twitter. “Rússia, Rússia, Rússia! Só se ouviu isso no começo dessa caça às bruxas de boatos… E agora a Rússia sumiu, porque eu não tenho nada a ver com a Rússia ajudar a me eleger. É um crime que não existiu.”

Veja bem, essa é a primeira vez que ele afirma que recebeu esse “auxílio externo” e a coisa toda ainda fica mais quente quando a declaração vem justamente um dia depois do procurador especial Robert Muller voltar a fazer um comunicado sobre um assunto, após a divulgação de um relatório de suspeita de conluio e obstrução da Justiça.

Após perceber o tamanho da mancada, Trump chegou a recuar, dizendo aos repórteres na Casa Branca que “não, a Rússia não ajudou a me eleger”. Mas, como a internet “não esquece”, isso tudo deve causar algumas consequências importantes para o futuro de seu mandato. Ficamos de olho.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Trump admite ter recebido ajuda da Rússia nas Eleições de 2016