Google Maps volta a “dedurar” bases militares secretas em Taiwan

1 min de leitura
Imagem de: Google Maps volta a “dedurar” bases militares secretas em Taiwan
Avatar do autor

Google Maps já tem um certo histórico em “dedurar” dados sensíveis sobre a localização de bases militares secretas de vários países, o que, claro, não deixa esses governos nada contentes. Após reclamações, os mapas são atualizados com borrões e fotos que não revelam exatamente onde ficam essas estruturas. Mas nesta semana o utilitário voltou a revelar instalações em Taiwan.

Em 2012, Taiwan já havia pedido à Apple para ocultar um radar estadunidense em Hsinchu e em 2016 os orientais fizeram solicitação semelhante à Google, para desfocar uma base na Ilha de Taiping. Agora, segundo o China Morning Post, problema semelhante vem ocorrendo em Taipé, Nova Taipé, Taoyuan e Taihung.

O problema fica mais grave atualmente porque a nova definição 3D da Google permite uma visão detalhada da área, incluindo os tipos de disparadores e modelos dos mísseis Patriot (fabricados nos Estados Unidos) em Ankeng, Taipei, e a infraestrutura de defesa do Escritório de Segurança Nacional e da Inteligência Militar.

google mapsFonte: Google

O ministério da Defesa de Taiwan já vem trabalhando em uma força-tarefa para atuar em parceria com a Google, com o objetivo de adequar os mapas para proteger informações sigilosas e aumentar a camuflagem das instalações. Os locais já vêm recebendo os “borrões”.

google mapsFonte: Google

Isso tudo aumenta a tensão entre Taiwan e a República Popular da China, que não aceita bem o fato da ilha ter se tornado um governo independente em 1949. Embora analistas acreditem que o material exposto já seja de conhecimento de Pequim, mostrar de mão beijada onde estão os alvos é algo que nenhum exército quer.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Google Maps volta a “dedurar” bases militares secretas em Taiwan