Youtuber que pedia nudes para menores de idade tem canal removido

1 min de leitura
Imagem de: Youtuber que pedia nudes para menores de idade tem canal removido
Avatar do autor

O YouTube removeu nesta quinta-feira (7) o canal do youtuber Austin Jones, dos Estados Unidos, após ele confessar ter coagido meninas com idades entre 14 e 15 anos a gravarem e enviarem vídeos pornográficos para ele. Jones tem 26 anos de idade e ficou conhecido por suas performances musicais publicadas na plataforma da de vídeos da Google.

Inicialmente, porém, o YouTube havia se recusado a remover o canal por acreditar que as duas coisas (os pedidos feitos por Jones e o conteúdo de seu canal) não estavam relacionadas. A empresa foi bastante criticada e, cinco dias depois da declaração de culpa de Austin Jones, excluiu o perfil, que passou exibe a mensagem “Esta conta foi encerrada por violar as Diretrizes da comunidade do YouTube” quando acessado.

Austin JonesAustin Jones, de 26 anos, pode pegar até 20 anos de prisão. (Fonte: Instagram/Reprodução)

YouTube responde

Em comunicado enviado ao site The Verge, o YouTube afirmar levar o tema a sério e agir firme para coibir esse tipo de situação.

“Levamos muito a sério a segurança no YouTube e as alegações de má conduta sexual”, informou a empresa. “Quando ficamos sabendo das sérias acusações dessa natureza, nós agimos, o que pode incluir a interrupção das relações comerciais, a suspensão da monetização ou, em alguns casos, após a conclusão de uma investigação, o encerramento de canais”, finalizou.

De acordo com a acusação, o youtuber pedia às adolescentes que enviassem vídeos “dançando sensualmente” ou executando atos libidinosos a fim de provarem ser fãs do seu trabalho. Mesmo com acusações feitas por fãs desde 2015, Jones foi detido apenas em junho do ano passado e estava aguardando o julgamento desde então.

A Justiça afirma que ele usou esse tipo de coação com mais de 30 meninas e pode pegar de cinco a 20 anos de prisão, além de ser obrigado a passar por um tratamento para agressores sexuais e por aconselhamento psicológico.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Youtuber que pedia nudes para menores de idade tem canal removido