Bing é bloqueado na China, afirma jornal britânico

1 min de leitura
Imagem de: Bing é bloqueado na China, afirma jornal britânico
Avatar do autor

O Bing teve o seu acesso bloqueado na China nesta quarta (23), revela o site do jornal britânico Financial Times. Apesar do endereço cn.bing.com ainda estar acessível aqui do Brasil, desde ontem muitos usuários estariam relatando que a URL não funciona por lá, garante o FT.

Microsoft confirmou o bloqueio. “Confirmamos que o Bing está atualmente inacessível na China e está em envolvido para determinar o próximo passo”, informou a empresa de Redmond.

Apesar de a China não ter oficializado o bloqueio, fontes inteiradas da decisão também confirmaram o ocorrido, informa o jornal. A China Unicom, uma das maiores estatais de comunicação atuando no país asiático, teria recebido uma ordem direta de Pequim para suspender o acesso ao Bing por oferta de “conteúdo ilegal”.

BingBing não está mais funcionando na China, informa jornal. (Fonte: Reprodução/Bing)

Dizer que uma página compartilha “conteúdo ilegal” para removê-la do ar é uma forma eufemística de demandar que serviços sejam removidos porque acabam violando as diretrizes políticas que guiam a censura na internet na China.

Ainda não se sabe se este bloqueio é definitivo ou temporário, mas é comum na história recente da China que a prática de suspensão parcial de serviços anteceder a suspensão total — foi justamente essa “tática” que levou a Google a deixar o país em 2010.

Mesmo não sendo o único estrangeiro no mercado de buscas na China, o Bing nunca ameaçou em nada o império do Baidu: enquanto o serviço chinês detém 70% do mercado de buscas, o rival estadunidense tem uma fatia pequena de somente 2% do mercado.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Bing é bloqueado na China, afirma jornal britânico