O YouTube anunciou hoje (13) que está fazendo uma grande limpeza na plataforma para deletar contas falsas. A empreitada é tão grande que o site resolveu avisar aos youtubers que suas contagens de inscritos podem cair dramaticamente.

Essas contas falsas estão sendo chamadas de spam pelo YouTube, mas o fato é que a Google chegou à conclusão de que elas são ilegítimas e estão sendo usadas para inflar os números de seguidores de determinados canais.

Identificamos e vamos remover dos nossos sistemas um número de inscritos que são, na verdade, spam

“Nós verificamos regularmente a legitimidade de contas e ações no seu canal do YouTube”, diz o comunicado oficial. “Como parte dessas conferências regulares, nós identificamos e vamos remover dos nossos sistemas um número de inscritos que são, na verdade, spam”.

O objetivo do YouTube com essa ação, além de eliminar contas falsas, é promover um “ambiente justo”, uma vez que criadores podem de fato comprar seguidores para inflar suas contagens de inscritos.

Pior para os pequenos

Grandes canais devem perder uma quantidade absoluta maior de inscritos, mas, na verdade, essa limpeza é mais perigosa para pequenos criadores, especialmente aqueles que estão com cerca de mil inscritos. 1.000 é o número mínimo que o YouTube aceita para que canais possam ser monetizados na plataforma.

“Canais que tiverem uma alta porcentagem de spam e caírem para menos de mil inscritos não poderão mais participar do YouTube Partner Program (monetização). Nós encorajamos esses canais a solicitar novamente a participação no programa assim que tiverem reconstruído sua audiência organicamente”, disse a postagem do YouTube.