Diversas organizações que representam a indústria fonográfica estão fazendo pressão para fechar sites que oferecem serviços de download de vídeos do YouTube. O processo começou na semana passada, com o fechamento do YouTube-MP3, e continua nessa semana, quando pelo menos três sites afirmaram que vão encerrar as atividades, de acordo com o TorrentFreak.

Serviços como Video-download e Easyload informaram ter recebido cartas com ordens para encerrar as atividades, sob pena de ação judicial caso não cumprissem com o pedido. Em ambos os casos, e assim como aconteceu com o serviço Pickvideo, os sites citaram o fechamento do YouTube-MP3 como motivo para saírem do ar.

Pelo menos quatro grandes sites anunciaram que vão encerrar as atividades.

Todos os sites ofereciam um serviço parecido, que possibilitava ao usuário baixar vídeos do YouTube convertidos para o formato de áudio MP3. Como esperado, milhões de pessoas usavam essa função para fazer download de músicas a partir dos clipes publicados na plataforma.

Embora as ferramentas provavelmente fossem usadas para baixar músicas ilegalmente, um dos problemas do fechamento é que existem várias utilidades legais para os sites, como baixar vídeos de artistas que dão permissão para que suas faixas sejam modificadas. É o que diz a Electronic Frontier Foundation (EFF), em resposta à pressão das gravadoras para fechar esses sites.

Apesar disso, organizações que representam a indústria fonográfica, como a Recording Industry Association of America (RIAA), deixaram claro que vão continuar lutando e usando a influência delas para derrubar mais sites do tipo. Difícil é saber se o objetivo será alcançado, tendo em vista que vários sites alternativos ainda podem ser encontrados.