A China determinou nesta sexta-feira (23) uma proibição bastante curiosa: a partir de hoje, não é mais permitido publicar na web vídeos com paródias. Sim, qualquer publicação cujo conteúdo envolva “distorcer, satirizar ou difamar obras clássicas de arte e literatura” são completamente proibidos no país asiático, conforme publicou a agência de comunicação estatal Xinhua.

A diretiva emitida pelo órgão foi classificada como “extraurgente”, informou a Reuters. Ainda de acordo com a publicação, pessoas influentes na indústria de mídia chinesa afirmam que o cerco sobre a liberdade de expressão vem se fechando cada vez mais no país desde o último ano, com a reeleição do Xi Jinping como presidente.

“Isso significa que muitos dos criadores de conteúdo [chineses] terão que mudar e fazer conteúdos mais sérios. Para uma notícia “extraurgente” como esta, você precisa agir imediatamente”, declarou o analista Wu Jian, que vive em Pequim. “Aqueles que não cumprirem [a determinação] a tempo serão derrubados imediatamente”, complementou.

Um dos grupos mais populares da China quando se fala em paródias e humor na web, o JustXiait afirmou em uma postagem em uma rede social que apagará voluntariamente todos os vídeos publicados em seu canal. A intenção, relata a equipe, é realizar “inspeção, limpeza e aprimoramento” no material.

Cupons de desconto TecMundo: