A youtuber Chrissy Chambers obteve uma grande vitória nos tribunais após processar o seu ex-namorado por pornografia de vingança. O sujeito, que não teve o nome revelado, fez as imagens sem consentimento enquanto eles namoraram, entre 2008 e 2009, e vazou os vídeos íntimos na web entre 2011 e 2012.

Ao todo, seis vídeos foram divulgados e Chambers só descobriu o vazamento cerca de dois anos depois, quando foi avisada por amigos e fãs. "Eu literalmente caí no chão e senti como se estivesse sendo atingida por um bastão de baseball. Descobrir que o vídeo existia e descobrir que isso aconteceu. Era como se meu mundo estivesse caindo", afirmou em entrevista à BBC.

Chrissy ChambersChrissy Chambers ao lado de Bria, sua atual namorada e parceira no canal do YouTube.

Segundo o site britânico The Times, Chambers, que é estadunidense e vive no Reino Unido, não poderia processar o ex-namorado nos Estados Unidos porque os vídeos foram enviados a partir do país europeu. Por sua vez, autoridades britânicas informaram que pouco poderiam fazer neste caso, visto que as imagens foram feitas nos EUA e foram publicados antes de leis que penalizavam o pornô de vingança na Terra da Rainha.

Diante de tantas negativas, Chrissy Chambers viu como única opção mover um processo civil contra o ex-companheiro. Foi então que ela entrou na Justiça pedindo indenização por quebra de confiança, mau uso de informação privada e assédio. Após quase cinco anos de disputa nos tribunais, ela se saiu vencedora e o ex foi condenado a pagar valores “substanciais” (e não revelados) à youtuber.

A sentença

Chambers ficou ainda com os direitos legais sobre o material vazado, uma valiosa carta na manga para solicitar a remoção das imagens de qualquer site em caso de repostagem. Este é o primeiro caso do gênero julgado pela Justiça do Reino Unido e abre precedentes para novas decisões em situações semelhantes.

"O mais importante é que meu caso abriu jurisprudência para outros desse tipo, para ajudar outras vítimas", comentou. "Eu sei como é difícil. Há muitos dias em que não me sinto forte para seguir na luta, mas a Justiça pode chegar. Finalmente aprendi que havia uma luz no fim do túnel. Então, não percam a esperança”, complementou a agora ativista contra o pornô de vingança.

Após obter sentença a seu favor, Chambers pediu a namorada Bria, com a qual também divide o canal no YouTube BriaAndChrissy, em casamento.

Cupons de desconto TecMundo: