O Echo Show é uma espécie de evolução do Echo, o speaker inteligente da Amazon que traz uma tela sensível ao toque de sete polegadas como grande diferencial. O seu foco é exatamente o display e o suporte aos comandos de voz da Alexa, a assistente virtual da Amazon, para mostrar coisas a seus usuários.

Entre as coisas que poderiam ser exibidas no aparelho estavam vídeos do YouTube — isso mesmo, estavam, porque a Google acaba de remover o app da sua plataforma de vídeos do Echo Show. A remoção aconteceu ontem e a Gigante da Web afirmou apenas que a utilização do app no aparelho “viola os nossos termos de serviço ao criar uma experiência problemática”. A empresa garantiu ainda que espera “chegar em breve a um acordo e resolver essas questões” com a rival.

Para acalmar os seus clientes e explicar a situação, a Amazon lançou um comunicado afirmando não ter qualquer problema técnico envolvido na questão e também que a decisão da dona do YouTube foi unilateral.

“A Google realizou uma mudança hoje, às 15h [horário local]. O YouTube costumava estar disponível para os nossos usuários compartilhados no Echo Show", declarou a Amazon. "Mas nesta tarde, a Google escolheu não deixá-lo disponível no Echo Show, sem qualquer explicação ou notificação aos consumidores. Não há razão técnica para esta decisão, que é desapontadora e fere os consumidores de ambas as empresas.”

Mágoa ou questão técnica?

Há quem diga que a Google esteja “punindo” a rival por ter construído um excelente assistente virtual, a Alexa, que já deu as caras ao lado do Google Assistente em alguns dispositivos com Android, como HTC U11 e Huawei Mate 9. Contudo, outra explicação mais plausível seria a indisponibilidade de alguns recursos do YouTube no Echo Show, especialmente a reprodução automática e o suporte para inscrição em canais.

Em suma, parece mesmo que os donos do dispositivo da Amazon precisarão aguardar mais um pouco até poder voltar a utilizar o YouTube nele.

Cupons de desconto TecMundo: