Na última semana, o Photobucket anunciou uma atualização nos seus termos de serviço que entrariam em vigor a partir de 20 de junho. Além de algumas alterações em determinados trechos do texto, também havia secretamente uma condição que muitos não se atentaram: a de que, a partir da data em questão, seria preciso pagar uma taxa de US$ 400 para usar as fotos hospedadas no site em outros domínios como link direto.

Por conta disso, vários anúncios que estavam na Amazon, no eBay, no Etsy e em outras páginas começaram a apresentar uma mensagem de erro. Evidentemente, não demorou muito para que diversos usuários começassem a utilizar as redes sociais para acusar a empresa de extorsão.

Você é uma companhia desprezível, Photobucket, isso é 100% chantagem. Tenho anos de conteúdo para blog na sua plataforma, agora sou obrigada a pagar US$ 400 por ano.

Um comunicado com tempo para remover minhas fotos do seu site seria muito bem-vindo. E US$ 400 por ano é ridículo.

Pouco tempo após as mensagens acima aparecerem na rede, o perfil oficial do Photobucket no Twitter divulgou um pequeno texto agradecendo aos usuários pelo feedback, e que está trabalhando para responder a todos o mais rápido possível.

Vale mencionar que desde o seu lançamento, o Photobucket ofereceu aos usuários a oportunidade de hospedar suas fotos gratuitamente, com opções de alguns outros serviços que eram pagos. Porém, parece que agora todos são forçados a migrar para a versão Premium caso queiram utilizar o serviço da mesma forma que antes.

Cupons de desconto TecMundo: