Já faz algum tempo que muitos usuários estão presos na mesma velocidade de Ethernet, mas recentemente a NBASE-T, responsável pelo desenvolvimento das tecnologias Ethernet, aprovou um novo padrão que vai permitir que os usuários possam alcançar velocidades mais altas graças a esse modelo recém-apresentado.

De acordo com as informações divulgadas, o padrão em questão foi nomeado como IEEE 802.3bz-2016, 2.5G/5GBASE-T. Com ele, será possível obter velocidades de 2,5 Gbps e 5 Gbps utilizando cabos categoria 5e até 100 metros e a outra para cabos categoria 6 até 100 metros, respectivamente.

Será possível obter velocidades de 2,5 Gbps e 5 Gbps utilizando um cabo Cat 5e – e, evidentemente, valores ainda maiores caso tenha algum cabo de categoria 6

Com a chegada do novo padrão, muitas pessoas vão deixar de usar a Ethernet de 1 Gbps, que no momento é a mais rápida que pode ser alcançada com cabeamento comum Cat 5e e Cat 6. Porém, aqueles que possuem cabos Cat 6a e 7 são capazes de obter velocidade de 10 Gbps.

Diagrama mostra padrões diferentes de Ethernet

Além disso, é válido mencionar que tais medidas são capazes de oferecer uma maneira mais barata de melhorar a velocidade, mas é bom não se animar muito: há grandes chances de que possamos ver equipamentos capazes de oferecer Ethernet de 2,5 Gbps e 5 Gbps em um futuro próximo, mas para residências e consumidores finais talvez isso demore um pouco mais.

E por que isso bom?

Um dado que vale a pena ser mencionado é que tal mudança vem em um momento no qual as redes WiFi estão atingindo velocidades cada vez maiores. Aqueles que possuem roteadores com padrão 802.11ac podem alcançar velocidades agregadas de até 6,5 Gbps, e os modelos mais básicos superam tranquilamente a casa de 1,3 Gbps.

Cupons de desconto TecMundo: