Os módulos cancelados tinham como objetivo concorrer diretamente com o popular Raspberry Pi

A Intel está aposentando seus módulos computacionais Galileo, Joule e Edison, plataformas pensadas para entrar na corrida da Internet das Coisas. Junto com eles, alguns gadgets em torno dos óculos inteligentes Recon Jet também vão desaparecer com a limpeza feita pela empresa em seu catálogo de produtos.

Os módulos cancelados tinham como objetivo concorrer diretamente com o popular Raspberry Pi, que caiu nas graças da comunidade de desenvolvedores. Entre eles está o Galileo, feito com Arduino em 2013; o Edison, de 2014, com foco em dispositivos de IoT e vestíveis; e o Joule, de 2016, para ser aplicado em robótica.

Módulo Galileo da Intel

Correndo atrás do prejuízo

A produção desses chips visava manter a Intel atualizada nessa nova onda de Internet das Coisas para não perder o ritmo dos avanços, como aconteceu na categoria dos processadores de smartphone, área na qual a empresa acabou ficando para trás com grandes concorrentes como Apple, Samsung, Qualcomm etc.

A empresa deve enviar os últimos dispositivos fora de linha até o dia 16 de dezembro

Quem ainda tiver interesse em adquirir algum desses módulos ou dos outros produtos da Intel que vão sair de linha deve fazer os pedidos até o dia 29 de setembro, sem direito a cancelamento, troca ou devolução. A empresa deve enviar os últimos dispositivos fora de linha até o dia 16 de dezembro.

Cupons de desconto TecMundo: