(Fonte da imagem: Reprodução/Instaport)

A alteração recente nos termos de uso do Instagram fez com que muitos usuários passassem a utilizar simultaneamente o serviço Instaport — utilizado para exportar as imagens armazenadas nos servidores, sendo uma das ferramentas necessárias para se “sair” da rede social. Como resultado da alta demanda, o serviço se tornou instável e anda cobrando um pouco de paciência dos usuários.

A alteração das regras de compartilhamento foi anunciada durante a última segunda-feira, 17. De acordo com a nova política — um resultado direto da aquisição do Instagram por parte do Facebook —, o aplicativo poderá vender fotos publicadas sem a necessidade de pagar ou mesmo de notificar o usuário.

Quem não concordou com a saída partiu então para baixar as imagens disponibilizadas. Entretanto, muitos acabaram com a seguinte mensagem, disparada pela equipe do Instaport: “Nossos servidores estão muito ocupados agora, então podem aparecer vários erros. Por favor, tente novamente mais tarde ou amanhã”. Além disso, há ainda um “Por favor, sejam pacientes”.

Novos termos de uso do Instagram

De acordo com a sua nova política de utilização, o Instagram pode vender quaisquer fotos publicadas no serviço sem pagamento ou notificação do usuário. As novas regras entrarão em vigor no dia 16 de janeiro — três meses após a aquisição do aplicativo por parte do Facebook.

Basicamente, o novo direito do Instagram se apoia em dois itens adicionados à referida política:

O usuário concede ao serviço uma licença para utilização global não exclusiva, totalmente paga e livre de royalties, transferível e sublicenciável para todos os conteúdos postados na rede — sendo possível apenas controlar quem pode ou não ver algumas das imagens e atividades;

O usuário concorda que “empresas ou outras entidades podem pagar para exibir o seu nome, imagem, fotos (juntamente com todos os metadados associados) e/ou ações que você faz em relação ao conteúdo pago, patrocinado ou promoções, sem que você tenha qualquer tipo de compensação.

De acordo com o blog oficial do Instagram, ao permitir o compartilhamento de informações, os novos termos de uso visam facilitar a conexão entre o aplicativo e o Facebook. A companhia afirma que as regras anteriores se tornaram obsoletas diante das proporções assumidas pelo serviço.

Cupons de desconto TecMundo: