Manutenção e, quiçá, a construção de satélites em plena órbita e a fabricação customizada de carros são alguns dos horizontes vislumbrados pelas tecnologias de impressão em 3D. Mas e quanto ao setor da aeronáutica? Se depender de projetos como os de Harcoreta, membro do fórum RC Groups, turbinas poderão ser também impressas em galpões e passar a equipar aviões em um futuro pouco distante.

É que o engenheiro montou um motor a jato turbofan GE-Built baseado nas turbinas de um Boeing 787. Composto por mais de 60 lâminas e palhetas, o equipamento funciona à eletricidade e é capaz de gerar propulsão. Algumas adaptações para a versão portátil da turbina tiveram de ser feitas, naturalmente – como a redução da área de exaustão (cerca de 95% de FSA, como informa o autor).

O sistema de reversão funciona – acompanhe o vídeo postado acima a partir dos três minutos, quando a turbina é colocada sobre um skate para demonstração de sua potência. De acordo com Harconeta, um modelo completamente funcional da aeronave que serve como inspiração à réplica da turbina está sendo criado. É provável, assim, que logo vejamos um Boeing 787 em miniatura voando por aí.

Detalhes técnicos acerca do motor impresso em 3D podem ser conferidos nesta página, em inglês, por amantes de assuntos relacionados a aeronáutica.

Aviões comerciais serão impressos em 3D "de cabo a rabo" no futuro? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: