O HTC Dream foi o primeiro aparelho que trouxe o Android como o seu sistema operacional. Desde então, o sucesso dos HTC foi garantido (até independente do sistema utilizado). Um dos últimos lançamentos, o modelo Hero, foi aclamado com suas novidades de personalização, que fazem do celular o seu "melhor amigo".

Continuando nessa mesma linha de alta personalização e baseado em um hardware mais avançado, está para ser lançado agora o HTC Legend.

Por dentro do aparelho

O novo aparelho é mais potente.Várias especificações do HTC Legend melhoraram em relação aos seus antecessores. O processador, por exemplo, agora é de 600 MHz. A memória RAM é de 384 MB e a ROM é de 512 MB.

O peso do aparelho é de 126 gramas e as medidas são de 11,2 cm de altura por 5,6 de largura. A bateria de lítio permite conversar por até 490 minutos e permanecer em standby por até 440 horas.

O HTC Legend utiliza como memória um cartão microSD, com suporte para até 32 GB. Conexões com a internet podem ser feitas com 3G, GPRS, EDGE e Wi-Fi (no padrão 802.11 b ou g).

Também é possível o compartilhamento de internet (tethering) através de conexão USB. Para transferência de arquivos, o aparelho tem Bluetooth 2.1, que também pode ser usado com fones de ouvido sem fio.

A tela capacitiva de toque do HTC Legend, com 3,2 polegadas, é uma das maiores novidades, pois apresenta a tecnologia AMOLED, que permite usar os dedos como pinça para aumentar ou diminuir elementos na tela. A câmera é de 5 megapixels e traz foco automático e flash, além de geotagging, usado em conjunto com o GPS do aparelho.

Visual com alumínio

O novo aparelho da HTC resolveu investir em design e parece ter se baseado bastante nos Macs, pois é inteiro de alumínio. Mas, ao invés de usar partes separadas, a grande novidade é que a “carcaça” do aparelho é única, aumentando a resistência. A parte de trás lembra muito a primeira geração do iPhone, prateada e com a parte de baixo preta.

O visual estilo alumínio.

Personalização

A personalização, de fato, não é uma novidade no HTC, pois já estava presente no Hero: “Make It Mine” (“Faça-se meu”) é como a empresa descreve essa característica de seu aparelho. Isso porque a proposta é de que ele seja realmente único e se adapte às suas necessidades — não o contrário.

Personalize ao seu jeito.

Indo mais além do que apenas planos de fundo diferentes, o aparelho permite a criação de “Cenas”, que nada mais são do que vários perfis de utilização. A personalização das “Cenas” é feita com a adição de widgets (pequenos aplicativos) e informações que você considera importantes.

Informações centralizadas e conectadas

Últimas informações de seus amigos.Chamada de “Stay Close”, a centralização do HTC permite encontrar tudo em um lugar só: emails, Twitter, Facebook e várias outras redes sociais. Entretanto, o foco deixa de ser quais as ferramentas que você mais utiliza, para dar lugar a com quem está conectado. Assim, emails e “tuitadas” de seus amigos ficam relacionados diretamente aos contatos no aparelho.

É uma função que lembra bastante a nova versão do Windows Mobile, a qual também investe bastante na convergência e centralização de informações online. Através de um novo widget chamado “People”, é possível acessar facilmente seus contatos e ver suas últimas atualizações em redes sociais.

Novo Android

Várias novidades atingem a nova versão do sistema operacional móvel da Google, o Android 2.1. Os planos de fundo agora são mais interativos e modificam-se conforme você se movimenta por outras telas do celular. Efeitos de transição e de rolamento ao passar e abrir aplicativos e arquivos também se fazem presentes agora.

Os widgets da tela inicial mostram as últimas notícias e informações do clima atual — tudo bem organizado em abas, que podem ser expandidas a qualquer momento. As galerias de fotos usam efeitos em três dimensões e podem ser sincronizadas com sua conta do Picasa a qualquer momento.

Novo sistema promete melhorias ainda maiores.

Funções maravilhosas

De maneira realmente maravilhosa, o novo HTC Legend sabe quando você o pega na mão. Assim, se o telefone tocar realmente alto, logo o volume abaixa, pois ele sabe que você já o ouviu. A segurança também foi colocada em prioridade, com proteções de senhas e acesso remoto para contatos, por exemplo.

Um grande diferencial (principalmente em comparação ao iPhone) é o fato de que o aparelho suporta o Adobe Flash. Assim, você pode se divertir com jogos, ver vídeos e fazer tudo o que é possível no computador pessoal. A navegação também é veloz, sendo que, com poucos toques na tela, você traduz textos ou faz buscas pela web.Previsões para o novo HTC

O HTC Legend apresenta um design que, à primeira vista, não parece ter sido tão remodelado assim. Mas, como dito logo acima, o visual é puramente de alumínio por fora e feito em "uma só parte".

Falando em funcionalidades, ele lembra muito o HTC Hero, não mostrando grandes melhorias significativas, como um aparelho totalmente novo — e sim uma evolução. Ou seja, o Legend desempenha praticamente as mesmas funções, mas com muito mais velocidade e eficiência.

A previsão de lançamento do novo aparelho em alguns países da Europa e Estados Unidos é logo no início de abril, próximo ao dia 12. Já o preço médio do celular fica em cerca de 600 dólares. Não há uma data ou preço previstos para o Brasil ainda.

Cupons de desconto TecMundo: