Ouvimos falar hoje nas maravilhas do Vale do Silício, das grandes startups que viram gigantes, dos executivos que estão todos concentrados em uma só região e de quantas grandes ideias surgem todos os dias por lá. E existe um lugar que não é tão conhecido assim, mas que é tido como o "pontapé inicial" dessa pequena região da Califórnia.

O site CNET conheceu a garagem em que, em 1938, William Hewlett and David Packard construíam um oscilador de áudio. A dupla não foi a primeira a se instalar na região e muito menos a pioneira em ser bem sucedida em tecnologia na área. Porém, a transição de garagem para grande corporação e a revolução causada pela marca posteriormente fundada ajudou a construir o "mito" do Vale. O local foi restaurado e hoje é um pequeno museu privado que conta a história de como a cidade de Palo Alto floresceu e virou tão procurada por estudantes, funcionários e altos executivos de empresas de tecnologia.

Confira:

Recém formados em Stanford, Hewlett e Packard depois fundariam a HP, passariam para um escritório "de verdade" e se transformariam em uma das maiores fabricantes de componentes do mundo. A casa na época pertencia só a Packard, que havia acabado de se casar — o colega dormia em um anexo minúsculo na mesma propriedade antes de arranjar o próprio lar.

O "museu" recria bem o ambiente da época, com uma "estação de trabalho" com ferramentas usadas na época e até uma foto da dupla trabalhando. Vários itens pessoais estão expostos e até a casa em si foi redecorada para parecer que "parou no tempo". A casa fica na 367 Addison Avenue e atualmente não está aberta ao público.

Cupons de desconto TecMundo: