(Fonte da imagem: Reprodução/TalkAndroid)

Quando todos pensavam que estavam seguros, diversas bombas explodiram na cara de todos mostrando que a NSA está de olho em tudo.

Depois do começo dessa novela, que ainda está rolando, muitas empresas grandes e pessoas importantes resolveram se pronunciar.

Desta vez, Eric Schmidt, presidente do conselho da Google, disse que a proteção do tráfego de dados na internet com códigos de alta complexidade pode impedir que os governos censurem suas populações na próxima década.

“Nós podemos acabar com a censura do governo em uma década,” disse o consolheiro durante um discurso em Washington. “A solução para (acabar com) a vigilância governamental é criptografar tudo.”

As informações foram postadas pelo site Bloomberg, que relata que outras companhias (como o Facebook e o Yahoo!) já anunciaram alguns passos que vão dar para deixar suas redes e as comunicações de seus usuários mais seguras.

Essas empresas, incluindo a Google, estão protegendo emails e conteúdos em redes sociais com um tipo de criptografia que não pode ser quebrada até 2030 — informação que veio do próprio governo dos EUA.

O poder está nas mãos dos internautas

“Nós temos fortalecido nossos sistemas notavelmente como um resultado dos eventos mais recentes,” disse o conselheiro da Google. Conforme o discurso de Schmidt, a Google vem trabalhando em uma tecnologia para que seus usuários possam se comunicar de forma segura e defender seus computadores de ataques.

(Fonte da imagem: Reprodução/Google)

Eric Schmidt ainda nota que um grande movimento deve acontecer na China. Os internautas estão cansados dos líderes do país que monitoram tudo, mas isso deve mudar em breve, pois os líderes não poderão controlar ou parar a população. “Você não pode parar se é uma ideia boa adotada amplamente. É assim que a China vai mudar.”

Cupons de desconto TecMundo: