(Fonte da imagem: Divulgação/Motorola)

Desde que assumiu o controle da Motorola Mobility, a Google está tentando fazer com que a fabricante de celulares torne-se uma parte lucrativa de seus domínios. Em agosto do ano passado, uma das decisões da empresa de Mountain View para isso foi cortar cerca de 4.000 postos de trabalho em diversos setores da Motorola, mas esses não foram os únicos cortes previstos.

Agora, a Google anunciou que irá demitir mais 1.200 funcionários da Motorola Mobility, espalhados entre os Estados Unidos, a China e a Índia. Não há mais detalhes sobre as demissões e também não se sabe se elas serão os últimos cortes a serem realizados — cortes de larga escala sempre geram uma certa instabilidade nos postos de trabalho oferecidos por grandes empresas.

A Google comprou a Motorola Mobility por US$ 12,5 bilhões, adquirindo um portfólio com mais de 17 mil patentes relacionadas a diversas tecnologias. Espera-se que ainda neste ano seja lançado um novo smartphone para alicerçar um pouco mais o acontecimento, sendo que ele pode ser o primeiro aparelho equipado com o Android 5.0 a chegar ao mercado.

Cupons de desconto TecMundo: