Na semana passada, a Google anunciou que, a partir de março, mais de 60 dos seus serviços online vão passar a apresentar apenas um único sistema de privacidade e termos de acordo. A intenção da empresa com essa unificação é acabar com as complicações na hora de as pessoas criarem contas ou relacionarem seus perfis a novos serviços.

Há alguns dias, a gigante de Mountain View resolveu deixar de lado as frases burocráticas e esclarecer os novos termos adotados por meio de um texto mais leve e simplificado. Clique aqui para conferir o artigo que conta tudo sobre os novos termos de privacidade da Google.

Contudo, polêmicas sobre o assunto foram inevitáveis. Muitos dizem que, com tais diretrizes, a empresa pode saber tudo o que fazemos na internet – e até fora dela. Hoje, a organização publicou uma nota em seu blog oficial contendo uma carta escrita para o Congresso dos EUA (o qual demonstrou preocupação com a iniciativa da Google), na qual são explicados os motivos da mudança.

De acordo com o informe, a Google unificou seus regulamentos para torná-los mais compreensíveis (já que você precisaria ler e conhecer apenas um documento em vez de 60) e permitir que os dados informados por nós possam ser integrados a todos os serviços da empresa – promovendo um fluxo de informações mais eficiente, o que ajudaria a melhorar a experiência das pessoas.

Enfim, a Google afirma que está mudando apenas as políticas de privacidade, e não o controle que a empresa detém sobre as informações dos usuários.

Cupons de desconto TecMundo: