Estamos em tempos difíceis: a discussão sobre a privacidade é um dos principais pontos de nossa geração. Qual o ponto entre o avanço tecnológico e a liberdade de uma vigilância realizada por softwares e aplicações? Essa é a questão. Agora, a Google acaba de confirmar que é necessário ficar atento: o app Fotos sabe o local onde todas as suas fotos foram batidas, mesmo que você tenha desativado o recurso de geolocalização da câmera.

Quem descobriu o "registro de local" foi a equipe do Android Police — e a própria Google confirmou para o veículo que realmente pega esse dados. Como nota o AP, a "Google realmente quer receber a maior quantidade de informação contextual possível".

Em uma página de suporte, a própria companhia já dava uma ideia de que isto acontecia: "O Google Fotos pode calcular uma localização através de informações, como o seu histórico de localizações da Google, que está armazenado na sua Conta Google".

Dessa maneira, não importa se você desativou o recurso de geolocalização em fotos, a Gigante das Buscas pode calcular por meio de horários e histórico de localização (Maps) onde a imagem foi batida. Vale notar que a companhia sempre deixou essa informação disponível, apesar de não ser muito clara.

Rastreio pelo Google Maps

Como fugir disso

Para tentar ficar longe desse "rastreio" da Google, primeiro, você precisa desativar o recurso de geolocalização da câmera. Depois, é necessário desativar toda a gravação do Histórico de Localização da Google — clique para saber como realizar o procedimento

Cupons de desconto TecMundo: