A Google apresentou hoje a Daydream no evento Google I/O 2016, que nada mais é que uma plataforma construída de forma integrada com o Android N, próxima atualização do sistema operacional móvel da companhia. A Daydream vai permitir que as fabricantes criem conteúdos próprios e serviços em realidade virtual.

Pegando a onda do anúncio, algumas companhias já alertaram que vão trabalhar com a nova plataforma. Entre elas, estão a Samsung, a LG, a HTC, a Huawei, a ZTE, a ASUS, a Alcatel e a Xiaomi.

Em vez de apresentar um hardware próprio, algo que a Google, infelizmente, escorrega às vezes — vide Google Glass e Nexus Q —, a companhia está oferecendo uma solução de software com indicação para construção de hardware. A indicação também inclui um referencial de design para as fabricantes trabalharem.

Google Daydream

De acordo com a Google, os novos smartphones lançados pelas fabricantes citadas anteriormente devem utilizar uma gama totalmente nova de sensores e processadores para tirar vantagem total da realidade virtual, principalmente com as novas versões de aplicativos como YouTube, Google Play Movies etc.

A plataforma Daydream deve chegar em setembro e, se você quiser saber mais informações sobre ela, clique aqui.

Realidade virtual vai ou fica? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: