Na última terça-feira (18), as ações da Alphabet — grupo que controla, entre outras empresas, o Google — atingiram uma alta histórica, chegando a um pico de US$ 826,85. O principal responsável pela alta de 2,5% nos papéis da empresa foi o Google Pixel, aparelho que recebeu avaliações bastante positivas da mídia especializada norte-americana.

As impressões dos analistas surgem como uma novidade para o Google, cujos aparelhos proprietários costumavam chegar ao mercado acompanhados por bugs consideráveis. 2017 marca o primeiro ano em que a empresa lida internamente com todos os detalhes de seus gadgets, o que justificou a mudança do nome Nexus para a marca Pixel.

facilmente o melhor aparelho Android do mercado

A notícia deve ser encarada com positividade por Rick Osterloh, executivo que afirmou no início de outubro ao Bloomberg News que a organização deve continuar produzindo hardwares em ritmo anual. Enquanto o The Verge considerou o Pixel “facilmente o melhor” aparelho Android do mercado, o TechCrunch elogiou a qualidade de suas câmeras, embora tenha afirmado que o iPhone 7 da Apple consegue entregar cores um pouco mais realistas.

Já Youssef Squali, analista da Cantor Fitzgerald, atribui a valorização das ações tanto às boas impressões deixadas pelo Pixel quanto ao resultado positivo divulgado pela Netflix esta semana. “Isso em parte se deve ao efeito Netflix. Muitos lucros. O Google vai divulgar seus resultados na próxima semana. Há esperança de um grande trimestre comercial para todas as companhias de internet”, explicou.

Cupons de desconto TecMundo: