Ações da Alphabet têm alta histórica graças às análises do Google Pixel

1 min de leitura
Imagem de: Ações da Alphabet têm alta histórica graças às análises do Google Pixel
Avatar do autor

Na última terça-feira (18), as ações da Alphabet — grupo que controla, entre outras empresas, o Google — atingiram uma alta histórica, chegando a um pico de US$ 826,85. O principal responsável pela alta de 2,5% nos papéis da empresa foi o Google Pixel, aparelho que recebeu avaliações bastante positivas da mídia especializada norte-americana.

As impressões dos analistas surgem como uma novidade para o Google, cujos aparelhos proprietários costumavam chegar ao mercado acompanhados por bugs consideráveis. 2017 marca o primeiro ano em que a empresa lida internamente com todos os detalhes de seus gadgets, o que justificou a mudança do nome Nexus para a marca Pixel.

facilmente o melhor aparelho Android do mercado

A notícia deve ser encarada com positividade por Rick Osterloh, executivo que afirmou no início de outubro ao Bloomberg News que a organização deve continuar produzindo hardwares em ritmo anual. Enquanto o The Verge considerou o Pixel “facilmente o melhor” aparelho Android do mercado, o TechCrunch elogiou a qualidade de suas câmeras, embora tenha afirmado que o iPhone 7 da Apple consegue entregar cores um pouco mais realistas.

Já Youssef Squali, analista da Cantor Fitzgerald, atribui a valorização das ações tanto às boas impressões deixadas pelo Pixel quanto ao resultado positivo divulgado pela Netflix esta semana. “Isso em parte se deve ao efeito Netflix. Muitos lucros. O Google vai divulgar seus resultados na próxima semana. Há esperança de um grande trimestre comercial para todas as companhias de internet”, explicou.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Ações da Alphabet têm alta histórica graças às análises do Google Pixel