A Google anunciou no domingo passado (2) que vai mostrar aos usuários do Google Maps quais são os territórios indígenas no Brasil. A feliz decisão foi possível após uma parceria com a Fundação Nacional do Índio (FUNAI) e inclui o Brasil ao lado de outros países que já possuem essa implementação, como o Canadá.

A inclusão também é uma forma de compensação por danos a esses povos no passado

Segundo o Nexo, é possível checar no Google maps onde se localizam terras de diferentes etnias, como os Yanomami, os Guarani-Kaiowá e os Tupiniquim, que se encontram no Roraima e Amazonas, Mato Grosso do Sul e Espírito Santo, respectivamente.

De acordo com a Google, um dos motes da novidade é o seguinte: mostrar o papel decisivo que as comunidades indígenas têm para a preservação ambiental do mundo. Além disso, ter um espaço registrado em um mapa é um símbolo de reconhecimento de uma comunidade. "A inclusão de territórios indígenas no mapa é também uma forma de compensação por danos a esses povos no passado", notou o Nexo.

Atualmente, o Brasil possui 480 terras indígenas regularizadas e, mesmo assim, autoridades e empresas contribuiram para um aumento na violência contra índios que vem acontecendo desde 2017. Só neste, são inúmeros os relatos de mortos e feridos em reservas e comunidades no Mato Grosso do Sul e Maranhão.

Cupons de desconto TecMundo: