O segundo dia de Google I/O 2015 foi reservado para os projetos inovadores da Gigante das Buscas serem apresentados ao mundo. Tivemos o Project Ara, o Project Jacquard e também o Project Soli, o mais impressionante apresentado até agora. Basicamente, a Google conseguiu espremer um radar inteiro dentro de um chip.

Esse chip incrível deve ser usado para rastrear gestos de pessoas com uma precisão nunca alcançada por sensores similares, como o Kinect da Microsoft. A ideia da Google é conseguir interpretar movimentos da mão nos mais mínimos detalhes, permitindo às pessoas controlarem seus eletrônicos de maneira simples, intuitiva, discreta e prática.

Para aumentar o som da música que você estaria ouvindo no celular, por exemplo, bastaria aproximar a mão e deslizar o indicador sobre o polegar. Basicamente, seria como girar um palito com os dedos. Há ainda várias outras possibilidades que a Google imagina para esse chip, e ela pretende embuti-lo em todo tido de eletrônico, não apenas smartphones e smartwatches. Contudo, ainda não há uma data para a chegada do Project Soli ao mercado.

Pouco foi demonstrado sobre o funcionamento do novo chip, mas a companhia disse que ele é basicamente um radar espremido em dimensões nunca antes alcançadas por equipamentos desse tipo. O chip emite ondas de rádio em uma frequência específica em direção a um alvo e, quando essas ondas refletem nas mãos do usuário, o chip recebe um retorno e interpreta esses sinais.

Dessa maneira, o mínimo movimento realizado pelo usuário próximo ao chip pode ser interpretado com precisão, já que o processo não requer luz ou silêncio e pode perceber ações em diferentes ângulos.

Cupons de desconto TecMundo: