Depois do chefe de negócios do Google Glass deixar o cargo, no início de junho, a Google decidiu levar o seu dispositivo vestível para outros mercados, mudando o foco.

Informações publicadas nesta quinta-feira (17) pela imprensa internacional indicam que as mudanças realizadas pela empresa agora estão sob um novo guarda-chuva, numa iniciativa que vem sendo chamada de Project Aura.

Relatórios internos da empresa dão conta que a companhia está contratando engenheiros, gerentes de projeto e desenvolvedores para a nova empreitada – muitos deles atuavam no Lab126, da Amazon. 

A ideia é focar os esforços de desenvolvimento em um dispositivo mais voltado para o mercado empresarial. As primeiras iniciativas estão sendo realizadas junto a empresas de saúde, energia e em fábricas.

Infelizmente, o produto não chegou a entrar em escala comercial para o consumidor final. Uma versão para desenvolvedores foi comercializada pelo valor de US$ 1,5 mil (o equivalente a R$ 5,7 mil, sem impostos), mas poucas unidades foram entregues.

Cupons de desconto TecMundo: