A primeira geração do Google Glass, os óculos futuristas da Google, foi descontinuada já há algum tempo, e até mesmo as contas nas redes sociais do produto foram desativadas. Isso não significa, entretanto, que o curioso dispositivo não tenha aberto caminho em alguns mercados de alta tecnologia.

Segundo uma publicação do site CIO, a fabricante de aeronaves Boeing tem utilizado o Glass para ajudar seus engenheiros e realizar com mais facilidade as cablagens de seus aviões. Um Boeing moderno é um verdadeiro emaranhado organizado de fios elétricos, e o Glass demonstrou ser um ótimo aliado durante essa etapa.

Antes do Glass, os trabalhadores costumavam utilizar notebooks que traziam todos os documentos de mapeamento dos cabos, mas colocar essas informações diretamente à vista dos operários aumentou a produtividade em 25% e diminuiu pela metade o índice de erros.

Tudo começou com o pesquisador Jason DeStories, que teve acesso ao primeiro modelo do Glass e começou então a trabalhar no projeto, batizado de Project Juggernaut. No início, o programa não era capaz de acessar os bancos de dados da Boeing em tempo real, mas isso foi solucionado com a ajuda da APX Labs, que deu vida ao Skyligh e iniciou o programa-piloto com alguns técnicos.

Recentemente, a Boeing finalizou os testes com o Skyligh, e agora a companhia que dar um passo à frente e levar a ideia a uma escala muito maior. Segundo DeStories, a maior preocupação é com a segurança, já que informações confidenciais da empresa estariam no ar em redes wireless. Apesar disso, o pesquisador está confiante e afirma que eles estão perto de alcançar uma solução.

Passado e futuro

Esta não é a primeira vez que a Boeing utiliza óculos tecnológicos: em 1995, a fabricante testou um protótipo rudimentar que tinha por objetivo ajudar os engenheiros durante a montagem das aeronaves. O experimento realizado 21 anos atrás, contudo, não trouxe nenhum resultado sólido devido às limitações tecnológicas da época.

Segundo rumores, a Google está trabalhando com parceiros para lançar uma nova geração do Google Glass, que desta vez será direcionada ao mercado coorporativo. Especula-se que o novo gadget traga consigo um display avantajado, maior poder de processamento, bateria mais durável e compatibilidade com redes de 5GHz.

Cupons de desconto TecMundo: