O site 9 to 5 Google divulgou as primeiras imagens do Google Glass: Enterprise Edition, nova versão dos óculos inteligentes da empresa. Elas foram publicadas no site da FCC, a organização responsável por aprovar produtos para uso e venda nos EUA. Curiosamente, o anúncio oficial ainda não foi realizado, mas agora deve ser só questão de tempo.

De qualquer forma, quem esperava uma mudança radical do design pode tirar o cavalinho da chuva: a estrutura básica continua a mesma, com a armação que chama bastante a atenção, a pequena tela que projeta imagens e a câmera embutida.

Vida nova

Porém, algumas mudanças foram identificadas. A primeira delas é que os óculos agora são dobráveis no meio, deixando o acessório ainda mais portátil. Além disso, . Na parte técnica, a bateria e a conexão sem fio (em estabilidade, sinal e novas bandas de WiFi) foram aprimoradas. Um novo chip Intel Atom deixa o dispositivo mais potente e com menor chance de superaquecer.

O dispositivo tem um visual mais "robusto", já que não precisa mais se preocupar tanto em ser fashion, mas sim em aguentar eventuais pancadas e arranhões no local de trabalho. O prisma que serve como display também aumentou de tamanho, enquanto o botão de energia foi parar na traseira do dispositivo. Além disso, a luz frontal agora é acionada junto com a câmera. O aparelho seria ainda impermeável e vedado, impedindo que poeira e outras partículas estraguem o Glass por dentro.

O Google Glass não foi exatamente o empreendimento comercial de sucesso que a Google esperava e, agora, a companhia mira os serviços empresariais e profissionais com a nova versão dos óculos inteligentes. Esse dispositivo deve ser distribuído somente às startups parceiras do programa Glass for Work.

Cupons de desconto TecMundo: