Anunciados no final de outubro, os smartphones Galaxy A3 e Galaxy A5 ainda darão muitas dores de cabeça à Samsung. Os aparelhos fazem parte de uma nova linha da empresa com o corpo totalmente feito de metal — e, por mais bonito que eles pareçam, são muitos os obstáculos que a companhia precisa enfrentar para fazê-los funcionar corretamente.

Para começar, os vazamentos começaram cedo demais e o lançamento demorou muito para acontecer, o que já levantou algumas suspeitas. Segundo o Sam Mobile, o problema está na raiz: a taxa de produção dos corpos metálicos foi baixa demais e 50% do que foi fabricado não passou no controle de qualidade. Isso provavelmente aconteceu porque essa é a primeira tentativa da empresa de fazer aparelhos totalmente cobertos de metal, o que pode ter prejudicado o desempenho das linhas de produção antes acostumadas somente com visuais plásticos.

Sem especificações técnicas de elite, os dois modelos estão por enquanto restritos a alguns países asiáticos, que servem como teste de mercado enquanto o estoque não aumenta. Há rumores sobre a existência de um Galaxy A7 pronto para o anúncio, mas os atuais acontecimentos devem "segurar" o dispositivo por algum tempo.

E os problemas não param por aí...

Outro obstáculo encarado pela Samsung já é velha conhecida da Apple, que passou pelo mesmo problema com o iPhone 4.

Por conta do corpo ser totalmente de metal, a recepção do sinal desses aparelhos é mais baixa, já que o material bloqueia parcialmente a transmissão. Na foto acima, observe como o Galaxy S5 mostra resultados muito melhores do que o A3 e o A5 — ele é o da direita, com -82 dBm de força de sinal. Os dois modelos de metal apresentam -92 dBm e -93 dBm e, se caíssem -10 dBm, isso significa quedas constantes de conexão.

Aparentemente, o caso dos modelos da Samsung não é tão grave a esse ponto, mas o desempenho é nitidamente menor. No caso da Apple, a antena até foi movida para o exterior do aparelho, mas usá-lo com as mãos cobrindo as laterais continuava causando problemas de sinal.

Cupons de desconto TecMundo: