Atlético e Coritiba recusaram recentemente o R$ 1 milhão oferecido pela Rede Globo para as transmissões de suas partidas pelo Campeonato Paranaense e, pela primeira vez entre times de elite do futebol brasileiro, exibiram o clássico via YouTube e Facebook. A iniciativa rendeu bons resultados e deve se repetir nos dois confrontos finais do certame estadual. As diretorias agora estudam uma maneira de transformar a boa audiência em lucro.

As partidas serão exibidas pela web mesmo se não houver cobrança

De acordo com informações da Gazeta do Povo, o presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Mario Celso Petraglia, estuda um sistema de cobrança de conteúdo — em vez de capitalizar sobre aplicativo, que seria baixado pela App Store e sites oficiais. A ideia seria vender ingressos virtuais a R$ 10 para quem quiser acessar os jogos via web e dividir a arrecadação entre os clubes. Isso já havia sido ventilado anteriormente, porém não houve tempo hábil para a implantação do sistema.

Mesma estrutura da partida anterior

O modelo de transmissão deve ser o mesmo utilizado no duelo passado transmitido pela web (vencido pelo Atlético por 2 a 0), com suporte técnico e pessoal da equipe do Esporte Interativo — ambos os times têm contrato com o canal para exibição de suas partidas pelo Campeonato Brasileiro na tevê fechada entre 2019 e 2024.

Depois da iniciativa, reprovada pela Federação Paranaense de Futebol (FPF) — que chegou a tentar impedir a realização do duelo —, outros clubes vêm avaliando essa possibilidade para o futuro próximo. Os jogos dos dois próximos domingos (30/04 e 07/05) serão veiculados pelos sites oficiais das equipes e suas respectivas distribuições no YouTube e Facebook, mesmo que a cobrança não seja efetivada.

Cupons de desconto TecMundo: