O Facebook está comemorando o fato de o seu Messenger ter alcançado os 800 milhões de usuários ativos globalmente no fim do ano passado. Essa é realmente uma marca importante, porém basicamente alcançada pelo fato de o Facebook praticamente obrigar seus usuários a terem o app instalado em seus smartphone para conversar na rede social com seus amigos. Contudo, a empresa parece estar pensando ainda mais alto que isso.

Segundo a postagem oficial comemorativa, feita por David Marcus, VP da empresa para o Messenger, “o número de celular está em vias de desaparecer”. Isso estaria acontecendo pelo fato de ninguém mais saber o número de amigos e familiares, já que simplesmente salvamos os contatos em nossos aparelhos e nunca mais precisamos digitar realmente os números para nada. Mas será que isso tem a ver com o Facebook Messenger?

Assim como o celular com flip está desaparecendo, métodos de comunicação antigos também estão sumindo

“O SMS veio à tona na época dos celulares com flip. Hoje, muitos de nós podemos fazer tanta coisa a mais em nossos telefones; nós saímos da época em que era possível apenas fazer chamadas e enviar mensagens de texto básicas, para ter hoje computadores em nosso bolsos. Assim como o celular com flip está desaparecendo, métodos de comunicação antigos também estão sumindo”, disse ele em sua postagem.

Esta é uma mudança de costumes realmente interessante e que aconteceu em um espaço de tempo bem pequeno, se colocarmos em perspectiva a história da humanidade em relação à tecnologia moderna. Contudo, não foi a evolução do celular se tornando smartphone que trouxe tudo isso? Ou foi o Messenger?

“Com o Messenger, nós oferecemos tudo o que tornou os mensageiros populares, mas também muita coisa a mais. Sim, você pode mandar mensagens de texto, mas você pode também mandar stickers, fotos, vídeos, gravações de voz, GIFs, sua localização e até dinheiro para outras pessoas”, Marcus continua.

Você pode até mandar dinheiro para outras pessoas pelo Messenger

Você mandaria dinheiro pelo Messenger para alguém? Em tempos em que até a PayPal está sofrendo com clonagens de cartão e fraca segurança contra sequestro de contas, talvez o Facebook não seja lá a melhor alternativa.

Internet de fato

O mensageiro do Facebook tem evoluído muito e adicionado várias novas funções para que o usuário se sinta cada vez mais cômodo na plataforma, não precisando sair dela para praticamente nada. Muitos dizem que o Facebook quer se tornar a internet de fato, servindo de condutor dos usuários para outros sites e serviços.

Alguns podem até argumentar que o buscador do Google já teve esse papel até pouco tempo atrás, colocando no topo dos resultados de buscas certos anúncios e sites já conhecidos.

Mas existe uma diferença fundamental aqui: o Google simplesmente leva as pessoas para outras plataformas que elas buscam ativamente, já o Facebook quer trazer as outras plataformas para dentro de si e, assim, ter controle sobre quase tudo. A mais recente prova disso é a empreitada da empresa para tornar o Free Basics popular na Índia, mesmo passando por cima das leis locais e ferindo o princípio da neutralidade da rede.

Você acha que o Facebook Messenger tem alguma coisa a ver com o “desaparecimento do número de celular”? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: